Adriano Tanaka
OCP Oracle Cloud, OCP 11g, 12c
Adriano Tanaka

Startup e shutdown de uma instância Oracle

Startup e shutdown de uma instância Oracle

Entender como uma instância pode ser iniciada ou parada no banco de dados oracle é muito importante para um administrador de banco de dados, existem alguns problemas que podem ser resolvidos em determinado stagio da instância.

Para iniciar uma instância podemos usar o comando startup no sqlplus, mas atenção a essa parte pois o usuário deve ter permissões de DBA. Podemos usar varias combinações de startup:

  • startup
  • startup nomount
  • startup mount

O que acontece em cada estágio:

nomount

Nesse estágio o Oracle lê o arquivo de inicialização, que pode ser o init_sid.ora ou o spfileSID.ora, onde ele encontra alguns parametros que vão ser usados na configuração da instância. Depois de ter lido o arquivo, as áreas de memória são configuradas de acordo com o que estava no arquivo de parâmetro e os processos de background são startados.

mount

Caso o banco já esteja no modo nomount, você pode executar o comando alter database mount para mudar a instância para o modo mount, no modo mount ele abre e lê o arquivo de control file, nesse arquivo estão contido por exemplo a localização dos datafiles, mas preste atenção pois ele não abre os arquivos de dados.

open

O open é o ultimo passo do startup de uma instância, nesse momento ele abre os arquivos de dados e se certifica que não existem problemas com os datafiles, logo após isso a instância esta liberada para o uso.

Caso você execute um startup sem nenhum parâmetro, o oracle passa por todos os estágios de forma automática.

Finalizando uma instância Oracle:

Assim como para iniciar uma instância, também existem diversas combinações para parar uma instância Oracle, agora descrevo cada uma delas com seus respectivos significados.

shutdown abort

Um shutdown abort é semelhante a puxar o cabo de energia da tomada, quando esse comando é emitido o oracle não salva nada, todas as operações SQL são encerradas, o oracle não faz rollback das transações e um recovery é executado no proximo startup da instância, esse é um tipo de shutdown inconsistente.

shutdown immediate

Nesse tipo de shutdown, o Oracle espera as operações currentes serem finalizadas, as que não sofreram commit são desfeitas e todos os usuários conectados são desconectados da instância, assim temos um shutdown consistente.

shutdown normal

Em um shutdown normal o Oracle não aceita novas conexões e ele espera os usuários finalizarem as sessões ativas. Nesse tipo de parada, o Oracle é finalizado de forma consistente e não precisa de recovery no proximo inicio.

shutdown transactional

Ele executa um shutdown consistente, ele espera que os usuários finalizem suas transações, não permite novas conexões, depois de todas as transações forem commitadas ou finalizadas, o usuário que ainda estiver conectado, acaba sendo desconectado do banco de dados.

Opinions expressed are solely my own and do not express the views or opinions of my employer.
# # #
Homepage      Oracle      Startup e shutdown de uma instância Oracle

Adriano Tanaka

Startup e shutdown de uma instância Oracle
Entender como uma instância pode ser iniciada ou parada no banco de dados oracle é muito importante para um administrador de banco de dados, existem alguns problemas que pode…
Scan QR code to continue reading
2015-09-06